top of page

Projeto Escola

Reaprender a Ouvir

Aprendemos a interpretar o mundo através das sensações, que ajudam no desenvolvimento das habilidades cognitivas e afetivas. Entretanto, as realidades virtuais atuais têm

Alunos e alunas participantes
Alunos e alunas participantes

suprimido os instintos naturais de crianças e jovens, de tal modo que, suas percepções sensoriais estão se tornando mecanizadas.


Objetivo

Este projeto consiste em despertar a percepção sensorial intrínseca das crianças e jovens, a partir do ouvir e de estímulos às imaginações por visualizações de elementos históricos, permitindo maior interação entre o concreto e o subjetivo.




Justificativa

O valor desse projeto, fundamenta-se pelos resultados esperados, ou seja, emergir os instintos e inteligências das crianças, de modo que possam discernir e até conciliarem, de forma harmônica, o racional e o imaginário. Por conseguinte, podem vir a encontrar o bom senso como parâmetro de suas iniciativas, - de suas tomadas de decisões no presente e no futuro.



Metodologia


O Projeto será executado em duas fases com intervalo para lanche entre uma fase e outra. Serão dois momentos aulas, conforme descrito, abaixo:


Aula I – Sala de concertos – Duração: 40 - 50 minutos.


O cravista e maestro Roberto de Regina, com seus mais de 70 anos de carreira apresentará às crianças participantes (alunos e alunas), técnicas de percepção musical, para que elas aperfeiçoem suas percepções sensoriais por distinções sonoras.


Intervalo – Lanche

Duração: 20 minutos.


Aula II - Visita guiada ao Museu – Duração: 40 - 50 minutos.

Esse será o momento em que os alunos e as alunas estarão diante da história retratada em escala precisa. Eles e elas poderão apurar seus intelectos através das imaginações inspiradas pelo extenso acervo do museu de miniatura, contendo, por exemplo, os meios de transportes de todos os tempos e lugares.


Onde


O projeto será realizado no Sítio São Pedro, conhecido como Capela Magdalena, no bairro de Guaratiba, Rio de Janeiro, com abundante área verde e aves silvestres, onde o músico de 96 anos tem uma Sala de Concertos e o Museu Ronaldo J Ribeiro, onde é possível conhecer a história do mundo através do vasto acervo em escalas precisas.




Como


O projeto é executado para turmas escolares de no máximo 40 alunos e acompanhados de professoras(es)*.

*Os horários são:

Manhã: Das 9:30 às 12:00 horas;

Tarde: Das 14:00 às 16:30 horas.


O lanche e o transporte das turmas são de responsabilidade exclusiva da escola/colégio.

Os espaços onde ocorrerão os eventos são franqueados para verificação da autenticidade e segurança do local.

Serão permitidos registros fotográficos na área interna e externa do sítio.


*Os horários e o número de educadores(as) podem ser acertados conforme solicitação do grupo escolar.



Recursos Financeiros

O valor desse investimento é de R$ 40,00 (Quarenta Reais) por cada aluno ou aluna participante, sendo que os(as) educadores(as) ficam isentos dessa condição.




Agendamento


Para a realização desse projeto é necessário agendamento através do e-mail: reaprenderaouvir@gmail.com ou pelo celular (21) 9 9470-5431.


PRODUTORES DO PROJETO:

Sergio Olliveira (21) 9 8984 8307

Ronaldo Ribeiro (21) 9 9470 5431


Biografia

Roberto Miguel de Barros Regina, nascido em 12 de janeiro de 1927, Rio de Janeiro, é um cravista brasileiro, responsável pela construção do primeiro cravo brasileiro e pela gravação dos dois primeiros discos de cravo e música antiga no país, além do primeiro grupo de música antiga, a Camerata Antígua de Curitiba.

Embora seja amplamente reconhecido como um dos maiores cravistas do Brasil, com 26 álbuns e 5 DVDs gravados, Roberto de


Regina possui também outras facetas menos


divulgadas: é médico anestesista - profissão que exerceu durante anos, paralelamente à música - e exímio artesão.

Possui um museu em sua propriedade, para visitas agendadas. A maioria das obras foram confeccionadas em escala e produzidas pelo próprio músico. Destaques da coleção: uma maquete de uma cidade europeia fictícia, com teatros, cinemas, igrejas e bondes; automóveis antigos e aviões (inclusive o 14 Bis, de Santos Dumont e a Kitty Hawk, dos Irmãos Wright); embarcações como a Barca do Sol (usada no funeral do faraó Quéops, em 4500 A.C.) e a esquadra de Pedro Álvares Cabral; catedrais e castelos, como o Krak des Chevaliers, localizado.

Wikipédia









11 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page